Notícias

2ª reunião ordinária é palco de debate sobre segurança de barragens, cultura e turismo ecológico

Atividades da Câmara
103
5

A segunda reunião ordinária da Câmara Municipal de Mariana aconteceu ontem, 11, no plenário da Casa. Os vereadores debateram diversos temas que impactam diretamente a vida dos moradores. Entre os principais assuntos estava a promoção do turismo através de parcerias entre o legislativo municipal e o Instituto Estadual de Florestas, o IEF, com foco no Parque Estadual do Itacolomi.

O parque, que tem 81% do seu território em Mariana, está em fase de expansão das ações turísticas. Maria Lúcia Coimbra, gestora do projeto, participou da reunião e fez uma breve apresentação sobre a estrutura do local. O objetivo é que sejam traçadas políticas públicas de incentivo ao turismo e educação ambiental através do parque. “Uma das formas de promovermos a unidade é criar um acesso por Mariana. Precisamos trabalhar a educação, para que os moradores percebam a importância de valorizar a área em todo seu potencial”, garantiu a representante do IEF.

Os responsáveis pelo Parque do Itacolomi vão se reunir, nas próximas semanas, para a elaboração do Plano de Manejo – uma espécie de plano de trabalho – para 2019. Com o material pronto, novas conversas vão acontecer com o legislativo e, assim, traçada uma estratégia de ação para a cidade.

Os vereadores, durante os debates, ressaltaram a importância de que o executivo municipal elabore um plano de tráfego urbano para que as mudanças de fluxo sejam embasadas por estudos técnicos. Os parlamentares Antônio Marcos Ramos de Freitas Tenente Freitas (PHS), Juliano Vasconcelos Gonçalves (PPS) e Cristiano Silva Vilas Boas (PT) acreditam que qualquer alteração tenha que ser antecedida pela viabilidade técnica, para que levem benefício concreto à população.

Entre os requerimentos apresentados estavam o do vereador Juliano Vasconcelos Gonçalves que solicitou que um representante da empresa Vale compareça à casa legislativa para esclarecer temas como as estruturas das barragens de Mariana, o número das unidades e o grau de risco de cada uma delas. Juliano ressaltou a importância das explanações. Este é um ponto preocupante para a nossa cidade. Nós temos a preocupação de que o rompimento da barragem em Brumadinho possa acabar prejudicando Mariana. Nós não podemos deixar que isso aconteça, pois a empresa é uma das maiores empregadoras de nosso município, reforçou o edil.

Outro requerimento apresentado e aprovado por unanimidade em plenário foi o do vereador Cristiano Vilas Boas, que pede a convocação do secretário municipal de cultura e o representante do SESI Mariana para explicarem o motivo do suposto encerramento das atividades do Centro Cultural Sesi na cidade. O espaço gera emprego, renda, movimenta nossa cultura, tem projetos sociais e educacionais. Precisamos entender como ficará o prédio, visto que havia um contrato de comodato com o município de vinte anos, aprovado pela Câmara, e, agora, a estrutura será devolvida ao executivo. É necessário que haja um projeto concreto para a estrutura, ponderou Cristiano Vilas Boas.

PARQUE DO ITACOLOMI – O Parque Estadual do Itacolomi possui área de 7.543 hectares e está localizado na porção sul da Serra do Espinhaço. Possui em sua estrutura o Centro de Visitantes, a Casa Bandeirista e o Museu do Chá. A visitação é autoguiada tanto na parte histórica quanto nas trilhas e expedições. Os marianenses que fizerem cadastro têm desconto de 90% no valor da entrada, pagando apenas dois reais para acesso ao parque. O parque funciona feriados e de terça-feira a domingo, das 8h às 17h. Informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3551-6193 ou pelo email peitacolomi@meioambiente.mg.gov.br.