Notícias

Estudos para adequação de aterro sanitário em Mariana são debatidos na Câmara

Requerimento
902
4

Aconteceu, na tarde de terça-feira, 18, na Câmara Municipal de Mariana, uma reunião atendendo ao Requerimento 88/2019, de autoria do vereador Juliano Duarte (Cidadania) para tratar sobre a criação de aterro para descarte de resíduos da construção civil e de readequação do atual aterro sanitário de Mariana. Participaram, além do requerente, os vereadores Marcelo Macedo (PSDB) e Bruno Mól (MDB), o secretário de Meio Ambiente Rodrigo Carneiro e representantes da Fundação Renova e da empresa responsável pelo serviço.

“Esta é a segunda reunião sobre o tema que fazemos aqui na Casa e vemos com grande preocupação a falta de local adequado para os resíduos de construção civil, o que impede a fiscalização sobre o descarte irregular. Já o aterro sanitário deverá passar, em breve, por adequação para que a cidade tenha a estrutura conforme suas necessidades”, ponderou o vereador Juliano Duarte.

Durante a reunião, foi explicado por representantes da Fundação Renova que o projeto do aterro para resíduos da construção civil ainda está em fase inicial, com estudos de viabilidade do terreno direcionado pela Prefeitura para este fim. O mesmo ainda deverá durar cerca de três meses.

A subsecretária de Saneamento Básico da Secretaria de Meio Ambiente, Denise Almeida, afirmou que o projeto referente ao aterro sanitário segue tramite diferenciado, tendo em vista que o aterro já existe e deverá, apenas, passar por uma readequação da área. “Atualmente, o aterro atende a nossa cidade, porém é preciso que a área seja readequada e também haja uma espécie de limpeza para que ele tenha vida útil ainda maior”, finaliza a técnica.

Comentários
Fotos