Notícias

Legislativo, Executivo, Samarco e DEER/MG debatem alternativas para melhoria do trânsito no trecho da MG-129 que corta Mariana

Atividades da Câmara
837
4
Debate sobre melhorias de segurança da Rodovia MG 129

Atendendo ao requerimento número 116/2019, de autoria do vereador Gerson Cunha (PSC) aconteceu, na tarde desta terça-feira, 22, uma reunião na Câmara Municipal de Mariana para debater alternativas para a melhoria do fluxo de veículos da rodovia MG 129, que corta o município. A via liga, também, a cidade às mineradoras. Participaram da reunião, além do vereador solicitante, o Secretário Municipal de Defesa Social, Braz Azevedo, representantes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) e da Samarco S/A.

O vereador Gerson Cunha lembrou que a rodovia possui importante papel econômico e estrutural para Mariana, mas que é necessário que haja estudos de mobilidade e tráfego para que o crescimento não cause prejuízos. “No entorno da rodovia temos muitas escolas, unidades de saúde e residências que são impactadas pelo alto fluxo de veículos. O objetivo dessa reunião é buscar alternativas para tornar a via mais segura para todos”, pondera o parlamentar.

Entre as soluções apontadas durante o encontro estão a instalação de equipamentos de sinalização horizontal e vertical, a construção de redutores de velocidade (quebra-molas) e faixas de pedestres elevadas. O chefe do Demutran, Eliabe de Freitas, informou que já existe um estudo pronto e um processo para a instalação de semáforos em alguns pontos, principalmente em frente ao Centro Municipal de Educação Padre Avelar (CEMPA). “Aquele ponto é muito crítico, pois existe a entrada e saída da escola e também é uma área médica por conta da Policlínica Central, então estamos finalizando o processo para rever a segurança daquele trecho”, afirma Eliabe.

Segundo representantes do Executivo, a rodovia MG-129  já é municipalizada na área urbana de Mariana, cabendo à Prefeitura realizar as interferências. Durante a reunião, foi firmada uma parceria para a elaboração de projetos para todo o entorno da mesma com o objetivo de apresentar soluções para reduzir os impactos negativos do alto fluxo de veículos, principalmente os pesados. A Fundação Renova e a mineradora Vale S/A também serão convidadas a elaborarem seus projetos que, em seguida, serão apresentados à Câmara e ao Executivo para avaliação.

Fotos/Créditos: Ascom/CMM

Comentários
Fotos